Acontece Iguatemi

Vestidos com barra desfiada

Ultimamente, algumas celebridades têm aparecido com roupas com apenas um detalhe em comum: a barra desfiada. Ao contrário do que acontecia quando a moda era desfiar as barras dos shorts e das calças jeans, agora a tendência é bem mais sutil: as barras do vestido aparecem minimamente desfiadas como quem deixou de fazer a bainha.

O novo detalhe da moda agrega funções oposotas: por um lado, pode deixar a produção com aquela cara de achado raro de brechó ou herança de família, já que o desfiado deixa um ar de desgastado e envelhecido, ao mesmo tempo em que outros modelos ganham uma releitura inspirada no militarismo com um quê de descaso.

Os estilistas e marcas estrangeiros já apostaram na idéia: por exemplo, a Balmain, precursora do militarismo, apresentou a barra desfiada nos vestidos para o inverno 2010 do hemisfério norte: o conceito “Baroco ‘n’ roll” abordado na coleção trouxe uma versão mais fetichista das roupas utilizadas pelos nobres do século XVII, justificando a barra desfiada pela “antiguidade” ou pelo desleixo de cortar uma peça de época sem se importar com o acabamento. Já Alexa Chung usou do artifício para transformar o vestido militar em um modelo estilo feito em casa, como quem, na pressa de sair, cortou o vestido e não se importou com fios que estavam soltando. No desfile Jil Sander para a primavera 2010 a marca apostou em uma necessidade de contato com a natureza, uma busca pelo simples com as bordas descosturadas, algumas peças com recortes e aplicações aleatórias.


Fotos: Reprodução

Voltar